Presidente Aliyev denuncia vandalismo armênio em mesquitas do Nagorno-Karabakh

Presidente Ilham Aliyev

“Aqueles que apoiam os armênios hoje, deveriam vir e ver o que fizeram às nossas mesquitas”, disse o presidente Ilham Aliyev durante uma reunião com militares do Serviço de Fronteiras do Estado após ver as condições criadas em uma unidade militar em Jabrayil.

“A mesquita Zangilan será restaurada. Esta mesquita foi destruída pelo desprezível inimigo. Quando visitei Zangilan depois da guerra, cheguei aqui, conheci a situação e disse que todos deveriam vê-la. Todas as organizações internacionais deveriam ver isso. Eles deveriam ver a selvageria armênia. Quero dizer novamente que aqueles que apoiam os armênios hoje devem vir e ver o que eles fizeram às nossas mesquitas, não apenas a esta mesquita. Em todas as terras libertadas, nosso patrimônio histórico, cultural e religioso foi destruído, profanado e demolido pelos armênios”, disse o chefe de estado.

“Algumas mesquitas semidestruídas no distrito de Zangilan foram usadas como chiqueiros, eles mantinham porcos lá. Existem vídeos disso. Porcos foram mantidos na mesquita de Aghdam, que é um crime contra todo o mundo muçulmano, um crime contra o Islã. Todos os países muçulmanos deveriam ver isso, e estamos trazendo essa verdade à atenção dos líderes de todos os países muçulmanos. Os observadores estrangeiros nas terras libertadas estão vendo a selvajaria armênia com seus próprios olhos. O Secretário-Geral da Organização para a Cooperação Islâmica, que visitou recentemente o Azerbaijão, ergueu sua voz em protesto. O Secretário Geral do ICESCO visitou as terras libertadas, viu a mesquita Aghdam destruída e já está informando todos os países muçulmanos sobre as atrocidades armênias. Devemos também ser ativos neste trabalho. Todas as agências governamentais foram instruídas. Organizações públicas foram solicitadas a fornecer informações sobre atrocidades armênias a todas as organizações internacionais – com fatos, evidências e fotos”, acrescentou o presidente Aliyev.

O conselheiro presidencial do Azerbaijão Hikmat Hadjiyev postou no Twitter um vídeo de uma mesquita do século 18 localizada na cidade de Mamar, observando que “durante a ocupação armênia, o monumento histórico foi transformado em um chiqueiro”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s