A Estrada da Vitória pela libertação de Shusha será inaugurada em Setembro

Azerbaijão irá inaugurada em Setembro a Estrada da Vitória que será ligada para a histórica cidade Shusha, que foi libertada da ocupação da Armênia na guerra de 2020.

A estrada da Vitória de 101km começa em Hajigabul-Minjivan-Zangazur na libertada Fuzuli e é parte do conceito de transporte unificado de Karabakh, disse o porta voz da Agência Estatal de Estradas Automotivas Anar Najafli, que comunicou para a mídia local. A estrada terá quatro faixas.

A pedra fundamental da Estrada da Vitória foi colocada pelo Presidente Ilham Aliyev durante sua visita nas regiões de Fuzuli e Jabrayil em 16 de novembro, uma semana depois da decisiva vitória azerbaijana contra a Armênia na guerra de 6 semanas no outono.

A estrada será completamente limpada de minas dentro de 2-3 dias, o chefe do departamento da Agência Nacional para Limpeza de minas no Território do Azerbaijão Idris Ismayilov.

Até agora, o trabalho de desminagem foi completado em dezesseis projetos, com o trabalho em dezenove em andamento, incluindo em ferrovias e rodovias.

O ministro da Economia Mikayil Jabbarov anunciou  que o Azerbaijão em 2021 irá gastar $1.5 bilhões para restaurar os territórios recém-liberados da ocupação armena.

O trabalho de restauração e reconstrução nas áreas liberadas serão feitas em quatro etapas. A etapa inicial irá incluir a solução dos problemas na governança, na segurança e na infraestrutura, enquanto as subsequentes etapas irão incluir a solução dos problemas de atividades de serviço social, e reconstrução e desenvolvimento da economia.

A guerra entre Armênia e Azerbaijão acabou em 10 de Novembro com a assinatura de um acordo de paz trilateral entre os líderes azerbaijano, russo e armênio.

O tratado de paz assinado estipula o retorno das regiões de Kalbajar, Aghdam e Lachin, que estavam ocupadas pela Armênia, para o Azerbaijão. Antes de assinar o acordo, o exército azerbaijano tinha liberado por volta de 300 vilarejos, arranjamentos, centros de cidades e a histórica cidade de Shusha. Esse declarou vitória contra as tropas armênias. O tratado assinado obriga a Armênia a retirar seu exército das terras azerbaijanas que eles estavam ocupando desde o início dos anos 90.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s