Esporte no Azerbaijão

Assim como a história antiga do povo do Azerbaijão, a história do esporte também começou há muito tempo. Houve uma série de invenções que afetaram significativamente o desenvolvimento da sociedade na Idade da Pedra, podemos usar como exemplo  invenção do “arco e flecha”.

É possível encontrar danças que refletem vários movimentos físicos importantes desde dois mil anos AC, quando instrumentos de bronze estavam sendo usados ​​no Azerbaijão (Período do Bronze). Antigos petróglifos de Gobustan são um exemplo brilhante disso. Numerosas imagens e desenhos em rochas retratam cenas de caça, figuras de animais, danças e outros movimentos físicos de pessoas.

Esportes como ginástica, natação, atletismo e futebol começaram a se desenvolver em Baku no início dos anos 1900. Uma escola de natação foi estabelecida em Baku em 1910 por um professor do Baku Gymnasium V. Gricbovski. Em 1912, um professor do Baku Gymnasium, Leonid Romanchenko, nadou 48 quilômetros no Mar Cáspio em 24 horas e 20 minutos. Este foi um resultado inédito para os participantes da maratona em mar aberto da época. Dessa forma, o professor ultrapassou o recorde do ex-recordista Burgess, que havia atravessado a nado o Canal da Mancha. No entanto, até 1917, tais resultados pertenciam a esportistas individuais e ninguém estava ajudando esses esportistas amadores a melhorar sua maestria.

Em 1920, sociedades como “Sokol”, “Unita”, “Avtomotor”, “Vodnik” entre outros, os quais foram transformadas em centros de educação física após a revolução, existiam no país. Campeonatos entre cidades em diferentes tipos de esportes começaram a ser organizados a partir de 1921 e em 1922 os sindicatos do Azerbaijão começaram a apoiar a educação física e a prática de atividades esportivas. Pela primeira vez em Baku foi aberta uma escola para formação de professores de educação física, em 1923. Esportes como  boxe country, futebol, levantamento de peso e luta livre foram realizados no Azerbaijão. 

Na sessão de maio de 1936, a União dos Comissários do Povo da URSS tomou uma decisão sobre a criação de sociedades esportivas voluntárias, as quais foram estabelecidas. Diferentes escolas esportivas infantis foram organizadas e anexadas às sociedades esportivas e foram estabelecidas com a ordem do Azerbaijão. Entre 1941 e 1958 foram criadas 8 escolas de esportes infantis e 15 associações de esportes voluntários. Atualmente existem 14 sociedades esportivas no Azerbaijão.

A história do Movimento Olímpico (OM) no Azerbaijão pode ser convencionalmente dividida em três partes: o período dos esportistas do Azerbaijão participando dos Jogos Olímpicos como parte da equipe nacional da URSS (1952-1988), parte da equipe da Comunidade de Estados Independentes (CEI) (1988-1992) e o período após o Azerbaijão se juntar ao Movimento Olímpico Internacional (OIM) como um país independente. Como parte da equipe olímpica da URSS, 46 atletas do Azerbaijão participaram de 9 Jogos Olímpicos e ganharam 10 medalhas de ouro, 11 de prata e 7 de bronze. A medalha de prata que o lutador de estilo livre R. Mammadyarov conquistou nos Jogos Olímpicos de Helsinque em 1952 pode ser avaliada como o primeiro sucesso dos atletas do Azerbaijão nos Jogos Olímpicos. 

O desempenho bem sucedido de Y. Konovalov, A. Kornelyuk (atletismo), I. Riskal, V. Lantratova (voleibol), V. Mineyev (pentatlo moderno), A. Ibrahimov (luta livre), R. Shabanova, L. Shubina, L. Savkina (handebol), I. Mammadov, B. Koretski (esgrima), I. Ponamaryov (futebol) e outros aumentaram o prestígio dos atletas do Azerbaijão. Embora o Azerbaijão estivesse representado com apenas 5 atletas na equipe da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992, dois de nossos atletas, N. Huseynov (judô) e V. Belinki (ginasta), obtiveram resultados muito altos. 

A criação do CON e seu reconhecimento pelo COI em 1992 também deu início a um novo período na história do Movimento Olímpico de nosso país. Pela primeira vez em 1996, o Azerbaijão se apresentou sob a bandeira tricolor da República independente do Azerbaijão nos Jogos Olímpicos de Atlanta, com sua equipe olímpica nacional composta por 23 pessoas. A conquista do 61º lugar nestes Jogos com 197 participantes pode ser considerado um sucesso esportivo da jovem República do Azerbaijão, e a medalha de prata que o lutador de estilo livre N. Abdullayev conquistou nesses jogos foi a primeira medalha da Seleção Olímpica Nacional da República do Azerbaijão nos Jogos Olímpicos. O presidente do CON, Ilham Aliyev, conseguiu um avanço significativo e positivo nas atividades do Comitê, estimulou o rápido desenvolvimento do movimento olímpico no país e manteve sua participação ativa no movimento dos Jogos Internacionais. Com sua atuação proposital e consistente nos esportes olímpicos, o Azerbaijão NOC obteve importantes conquistas em pouco tempo. 

O Decreto do Presidente da República do Azerbaijão em 20 de janeiro de 1998 com o objetivo de treinar os atletas para os XXVII Jogos Olímpicos de Verão a serem realizados em Sydney em alto nível e garantir sua participação em competições internacionais abriu novos horizontes para atividades mais expeditas do CON. Como resultado dos trabalhos de preparação para os Jogos, 31 esportistas do Azerbaijão em 10 tipos de esportes participaram dos Jogos Olímpicos de Verão no ano 2000. Os esportistas do Azerbaijão demonstraram alto nível nos Jogos. Z. Meftahaddinova (arremesso de armadilhas) e N. Abdullayev (luta livre) ganharam medalhas de ouro e V. Alakbarov (boxe) ficou com medalha de bronze. Conquistar o 34º lugar entre 199 países de todo o mundo e o 23º lugar entre os países europeus nas Olimpíadas de Sydney foi uma grande vitória dos nossos desportistas.

38 dos 130 esportistas que começaram a treinar para os XXVIII Jogos Olímpicos de Verão tiveram a honra de participar dos Jogos em 12 modalidades desportivas. 36 deles receberam o direito de participar dos Jogos com licença e 2 desportistas obtiveram uma permissão especial com a Ordem da Federação Internacional de Natação (wild card). Em comparação com os XXVII Jogos Olímpicos de Sydney, nossos esportistas aderiram aos Jogos 3 novos tipos de esportes – ginástica rítmica, taekwondo e esgrima e ainda mais esportistas participaram dos Jogos.

Com 1 medalha de ouro e 4 de bronze a seleção do Azerbaijão obteve o 37º lugar em quantidade de medalhas e 50º lugar em qualidade entre os 202 países participantes nos XXVIII Jogos Olímpicos de Verão. Entre os membros da nossa seleção nacional, a medalha de ouro de F. Mansurov (grego-romano) e as medalhas de bronze de I. Ashumova (tiro esportivo), Z. Meftahaddinova (tiro de armadilha), A. Mammadov e F. Aslanov (boxe) fizeram um especial papel na obtenção desses resultados. No total, 140 desportistas do Azerbaijão participaram dos Jogos Olímpicos de Verão entre os anos de 1952-2004, obtendo 15 medalhas de ouro, 12 de prata e 13 de bronze. Os desportistas do Azerbaijão ganharam 2615 medalhas em campeonatos do Mundo e da Europa depois de conquistarem a independência (897 de ouro, 705 de prata e 1013 de bronze)

Em 2007, 36 competições esportivas internacionais foram sediadas em nosso país, o número de instalações desportivas e complexos desportivos de educação física no nosso país atingiu 8940 durante o período da independência.

#esporte #Azerbaijão #olimpiadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s