Arquivos da Categoria: Opinião

Meu retorno ao Azerbaijão; Parte 2: Lerik e Lankəran, por Maria Jagodzińska

No fim de semana passado, decidi ver a parte sul do Azerbaijão e encontrei uma viagem organizada para Lerik & Lənkəran. Me inscrevi na hora e, na manhã de domingo, iniciei viagem de um dia ao desconhecido. Apesar da má organização (música muito alta no ônibus, gente dançando no meio da via expressa causando perigo aos passageiros e guia turístico

Ler mais

Análise: QazVac e o desenvolvimento científico do Cazaquistão

Por João Zimmer Xavier¹ Em momentos de grande dificuldade, em especial em uma pandemia de escala colossal, o desenvolvimento científico é colocado a prova. Vacinas foram feitas em período recorde por grande potências de recursos técnicos e humanos desenvolvidos por muito tempo. Mas nessa época de incertezas , o desenvolvimento de uma tecnologia nacional é extremamente importante para a segurança

Ler mais

Shusha – A fortaleza cultural

SHUSHA – A FORTALEZA CULTURAL é um artigo escrito por Maria Beata Jagodzińska (Universidade de Varsóvia), pesquisadora e colaboradora do Espaço Cáspio Situada em um lugar deslumbrante, por ser uma fortaleza natural, é uma capital cultural do Azerbaijão e uma candidata a se tornar uma túrquica com este título. Por quê? Shusha é o berço de muitos ativistas culturais e

Ler mais

Análise CPCI: Incidente com minas terrestres mata 2 jornalistas

O Centro de Pensamento Caucasiano-Ibero-americano – CPCI condenou a morte dos jornalistas azerbaijanos Siraj Abishov e Maharram Ibrahimov, ocorrida em 4 de junho no distrito de Kalbajar (Azerbaijão). O incidente ocorreu em 4 de junho no distrito de Kalbajar, em território azerbaijano libertado, e três pessoas foram mortas.A tragédia ocorreu quando um carro com civis a bordo atropelou uma mina

Ler mais

Restauração, reconstrução, reconciliação e reintegração

Como o Azerbaijão planeja seguir em frente 16 de maio de 2021 Durante três décadas, o Azerbaijão continuou apelando à comunidade internacional sobre o problema da ocupação de seus territórios por serem vizinhos da Armênia – por aproximadamente trinta anos após a independência das repúblicas pós-soviéticas. A Armênia continuou com 20% do território do Azerbaijão sob ocupação. Isso incluía a

Ler mais

Jeyhun Osmanli: “Xarıbülbül” recuperou sua liberdade “.

Em 12 de maio, o Festival de Música “Xarıbülbül” (Kharybulbul) foi inaugurado em Shusha, a capital cultural do Azerbaijão e do Conservatório do Cáucaso, por ordem do Presidente Ilham Aliyev em 7 de maio de 2021. Como o antigo berço da cultura, Shusha mais uma vez acolhe seus parentes e convidados após 29 anos. O Presidente do Azerbaijão Ilham Aliyev,

Ler mais

Grandes Personalidades do Cazaquistão: Rakhimzhan Koshkarbayev.

No dia 9 de maio de 2021, marca o 76º aniversário da vitória da União Soviética sobre a Alemanha nazista na segunda guerra mundial. Embora a história da vitória acirrada do exército vermelho seja bastante conhecida, a história do herói cazaque que representou um papel fundamental no caminho para vitória é menos conhecida. Em 30 de abril de 1945, o

Ler mais

Grandes Azerbaijaneses da História: Heydar Aliyev e Seu legado

Nessa data, 98 anos atrás, nascia O ex-presidente do Azerbaijão Heydar Aliyev. Até hoje considerado o grande líder da nação, e responsável pela consolidação de uma unidade nacional, pela solução possível para o final da primeira guerra do Karabakh, por uma relação de respeito a integridade nacional de outros países (Especialmente em relação ao Azerbaijão so Sul , que fica

Ler mais

Podcast Espaço Cáspio: Ep 00- O começo de tudo

O Espaço Cáspio agora tem um Podcast. Comandado por Gustavo de Sá, João Frizzera e Artur Marely, buscam abordar temas da região de uma forma informativa, mas bem humorada, destrinchando temas para despertar o interesse do público para a região O conteúdo pode ser acessado em anchor.fm/espacocaspio , no spotify e em breve em outras plataformas.

Ler mais

Em memória a 31 de março de 1918

Em 31 de março é lembrado um fato ocorrido 103 anos atrás, o dia do genocídio contra azerbaijanis. Em 1918, num contexto de revolução russa e crescente expansão da União Soviética, os bolcheviques tinham um grande aliado na região do Cáucaso: a federação revolucionária armênia (Dashnaktsutyun), grupo irredentista e revolucionário que vinha com uma ideia de “grande Armênia” extremamente conveniente

Ler mais
« Entradas mais Antigas